Educação Fundamental II

O desenvolvimento intelectual da criança nos anos que se seguem ao Fundamental 1 (ou etapa do Conhecimento ou da Gramática), começa a delinear o próximo nível de desenvolvimento: o nível do Entendimento ou etapa da Lógica, a que chamamos Ensino Fundamental 2.

Nesta fase, o período intenso de conhecimento do Ensino Fundamental 1 começa a diminuir de intensidade, sem contudo parar de crescer e se desenvolver, mas destaca-se em primeira posição no desenvolvimento cognitivo a capacidade de entender.

Nesta fase, com uma ampla base de conhecimento já estabelecida e com as partes de desenvolvimento do entendimento atingindo certo nível de maturidade, a capacidade de entender avança muito em direção ao período intenso em que a capacidade e a habilidade para estudos acadêmicos formais relacionados ao Entendimento são as mais proveitosas. O pré-adolescente começa a possuir condições intelectuais para elaborar conceitos éticos como verdade, liberdade, justiça e outros, e “domina, progressivamente, a capacidade de abstrair e generalizar, cria teorias sobre o mundo, principalmente sobre aspectos que gostaria de reformular” (Bock et al (1993, p.89)).

Neste nível ensinamos ao aluno a habilidade do raciocínio – a questionar de forma crítica, analisar, avaliar e discernir causas, motivos, propósitos, objetivos e efeitos – para investigar as teorias. O entendimento é partilhado por meio de treinamentos, correções e instrução. Desenvolvemos um vocabulário de relações, ordem e abstrações ou hipóteses. O objetivo é desenvolver a competência nas ferramentas da investigação ou pesquisa: análise, comparação e contraste.

Na Educação por Princípios aplicada ao Ensino Fundamental, consideramos o padrão tríplice da mente para o aprendizado: Reflexão, Criatividade e Aplicação. A Reflexão leva em conta que não existe aprendizado que não envolva pensamento. Assim, não entregamos ao aluno conclusões prontas; o alvo é expandir sua mente. O raciocínio, a inferência lógica, a conclusão e organização dos fatos na mente faz do aprendizado uma experiência alegre e desafiadora. A Criatividade expressa a renovação da mente a partir do que se investigou, refletiu e ponderou, e é sempre dirigida para produzir soluções. Finalmente, a Aplicação visa colocar em prática o que a mente aprendeu, fechando-se um ciclo e amadurecendo-se para outros ciclos de aprendizagem, e assim expandindo cada vez mais a capacidade de aprender.

Conhecida a estrutura de funcionamento da mente, aplicamos então o método de ensino da Educação por Princípios (metodologia): pesquisar, raciocinar, relacionar e registrar, cumprindo todos os conteúdos propostos nos Parâmetros Curriculares Nacionais, sempre pautados na verdade dos princípios cristãos.

Idade: de 11 a 14 anos – Níveis: Fundamental II – 6º ao 9º ano

Faça agora sua pré-matrícula!

Deixa seus dados que entraremos em contato!

Educação Fundamental II